Todos os looks que eu usaria estão nesse instagram

 Minha rotina diária consiste em sempre olhar o instagram pra ver se acho algo que chama a minha atenção [o que não é muito difícil] e dessa vez esse perfil me deixou encantadíssima e me fez querer quase todas as roupas, porque todos os flat lays que ela monta são looks com Mickey - tem uma coisa ou outra lá de princesas e etc mas na minha visão, é tudo Mickey Mouse. A dona desse insta maravilhoso é a @ashtinelikekutcher que diz que todo que precisamos é um pouco de pó mágico e confiança, tá certinha ela!

Ela também tem um site aonde coloca todos os lookinhos com link para comprar. Vou deixar aqui os que eu mais gostei e quem sabe eu não acho algo parecido aqui por Bauru, não é mesmo? Pelo amor né gente, é o Mickey e são as combinações não uma graça. Tô querendo.

Marsala foi a cor de 2018, mas por que apostar nele?

A cor veio com tudo e segue firme e forte. Ela é uma mistura de vinho com roxo, o que faz dela uma coloração universal, combinando com todos os tons de pele e tipos de cabelo - liso, ondulado, cacheado e crespo. É também uma ótima forma de mudar o visual sem radicalizar.

Não à toa, descolorir os fios não é necessário já que a tinta é capaz de clarear até três tons. Claro, se quiser que o marsala se destaque daí, sim, vale passar pela descoloração. Outra opção é apostar em mechas, misturando-as ao tom natural do cabelo.

Fica lindo! Se você, assim como eu já está com vontade de pintar o picumã, aqui vai algumas técnicas e cuidados necessários.
Tintura ou tonalizante?
A escolha é sua! Enquanto a tintura penetra na fibra capilar, depositando sua pigmentação, o tonalizante cobre apenas a superfície dos fios. A diferença está nos cuidados e na duração.

A primeira dura até a raiz começar a crescer, porém, costuma desbotar. A segunda técnica aguenta até dois meses, dependendo da frequência com o que você costuma lavar os fios. Mas, quando o assunto é hidratação, a tintura precisa de atenção extra.

Isso porque ela possuí amônia e água oxigenada na formula, sendo esses componentes mais agressivos aos fios. Por isso, já sabe: vale a pena investir em hidratações com mascaras duas vezes por semana.

Óleos vegetais para reconstrução e nutrição devem ser colocados na rotina quinzenal. Os tonalizantes também pedem cuidados, necessitando de hidratação semanal. Em ambos os casos é preciso usar shampoos e condicionadores feitos para cabelos com químicas, já que trazem ativos emolientes e que mantem a cor por mais tempo.

Descolorir ou não?
Tudo depende do resultado que você quer. Durante a descoloração, a pigmentação natural do cabelo vai embora, permitindo que a cor da tinta, e somente ela, penetre na fibra capilar. O resultado é um tom bem forte e marcante.

Caso queira que o marsala fique mais sutil, pode aplicar a coloração sobre os fios naturais. Lembre-se: se optar por descolorir faça isso com um bom profissional. Ele tem todo o conhecimento necessário para saber por quanto tempo o descolorante pode ficar no cabelo, evitando que ele quebre ou sofra corte químico.
Como evitar o desbotamento da cor?
É fácil: basta manter uma rotina rigorosa de cuidados com produtos hidratantes poderosos e que contenham proteção solar. É que os raios UV do sol são capazes de prejudicar a cor, sem contar o uso de aparelhos quentes que acabam se tornando inimigos das tingidas.

Lavagens excessivas também não ajudam a manter o tom não só por conta da temperatura do banho: a água costuma ter cálcio, cobre e cloro, componentes que aceleram o processo de desbotamento.

Ou seja, se você tem cabelo liso ou ondulado, procure lavá-lo em dias alternados. Cacheadas e crespas podem pular dois ou três dias.

Como preparar o cabelo para receber a tintura?
Se os fios estiverem ressecados, quebradiços e com pontas duplas, é melhor esperar. O processo de coloração já é agressivo por si, agora imagina toda essa química em um cabelo danificado? Não vale a pena. O segredo é hidratar, nutrir e reconstruir até que a fibra capilar fique saudável. Só então passe pelo procedimento.
Tem que fazer o teste da mecha?
Sempre! As tinturas costumam ter fórmulas parecidas, porém, não é bom arriscar colocar a coloração sobre o cabelo sem ter certeza que ela não vai causar alergia ou algum tipo de dermatite.

Por isso, antes de colorir, faça o teste em uma mecha bem escondida - pode ser atrás da cabeça, na parte inferior. Aguarde um dia e veja se está tudo bem. Se a pele não estiver avermelhada, pode ir em frente. Agora você tem todas as dicas necessárias para saber se vale a pena investir no cabelo marsala.

Minhas impressões em relação aos produtos da Kert

Não tirei foto com os produtos porquê sou uma péssima blogueira e lembro só depois e quando eu digo depois é quando a caixa já está toda amassada ou a embalagem cortada pra aproveitar todo o produto, acontece. ¯\_()_/¯

Como vocês podem ver nas imagens acima, eu tentei utilizar esses quatro produtos e o resultado foi o mesmo. Quando eu usei a primeira vez ele não ficou tão bom e considerei que era porque meu cabelo estava bem danificado mas não era não. Foram QUATRO produtos que detonaram o meu cabelo e mesmo ele estando saudável, deu ruim.

Se você me acompanha lá instagram, viu que voltei para o ruivo [usei a 6.66]. Sou muito curiosa. Gosto de experimentar e por causa da cor eu escolhi, mesmo sabendo que meu cabelo não se dá bem com os produtos da marca. Dito e feito! Meus cachos ficaram deformados e meu cabelo uma palha, assim como aconteceu com os tonalizantes Ultra Violet, Ozzy Pink e o Brasa.

O mais "engraçado" é que mesmo misturando com creme branco junto com um óleo não rolou, lógico que por causa do creme e do óleo não ficou tão ressecado. Tive que passar vários cremes [o que me deu um certo desespero e usar um pouco de shampoo, o que não uso muito pois faço co-wash] e ainda assim ficou mais o menos. O que salvou foi o creme de pentear da Aneethum de Silicone Tutano e Queratina.

Estou falando isso porque esses produtos realmente não deram certo no MEU cabelo, mas isso não quer dizer que eu não vá testar mais nada da marca porque vou sim 😉

Agora, eu gostaria mesmo de saber de vocês: qual é a relação de vocês com esses produtos e com a marca? 

Tonalizante Colorido Pink Show, da Salon Line

Não estou mais com o cabelo rosa, mas foi bom enquanto eu odiei. O que aconteceu foi o seguinte: eu estava com o cabelo laranja, até que um dia eu pensei "nossa serasse laranja com rosa fica legal?!" e logo em seguida lá vai eu pesquisar inspirações no Pinterest que me deixou com ainda mais vontade de tentar algo novo.


A ideia era pintar as pontas e deixar a raiz rosa, só que na hora de pintar as pontas eu me empolguei e acabei pintando mais que o necessário. Mas assim, agir por impulso da nisso, eu nem de rosa gosto e meio que tinha enjoado do ruivo e queria dar uma mudada, ao mesmo tempo que valeu a pena de nada valeu porque eu não fiquei tão contente assim.

Como eu não tenho tido muita sorte com tonalizante eu fiquei com medo de comprar e meu cabelo ficar uma porcaria, mas eu me surpreendi demais com esse da Salon Line. O que a marca diz? O color express fun é um tonalizante sem amônia [...] eles hidratam e colorem sem agredir os fios, deixando-os sempre brilhosos e saudáveis. E realmente meu cabelo continuou macio e brilhoso. gostei muito. Daí é aquilo né, quando mais clara a sua base for mais fiel será a cor e levando em consideração a minha base laranjinha eu amei o tom que ficou.

A experiência superou a expectativa [mas não pintaria de novo porque eu detesto rosa só que vou continuar comprando se tiver algum tom laranja], o tonalizante é ótimo e comparado ao preço de outras marcas vale o investimento. Ele custou R$20,89 [não me lembro ao certo] na Sumirê, do Bauru Shopping.

Salon Line, lança um tonalizante laranja pra gente! 😁

se você me segue no instagram @letticiaabreu já viu que voltei pro ruivo 💛

/lelefezumblog, já deu like?

/leticiadoblog no Pinterest

Follow @Letícia do blog