Eu preciso do feminismo por que...

2.11.15
...fui abusada e não sabia.
Ter o primeiro namorado é sempre uma emoção não é mesmo? É tudo um mar de rosas, tudo muito bonito. Na real, não tenho muito do que reclamar dessa minha primeira experiência tendo um namorado. Durante o tempo que namoramos nos demos bem, estávamos sempre juntos, não saiamos muito até por que quase nunca tínhamos dinheiro pra isso.

Ele tinha [-tinha- porque não sei mais nada sobre ele] um amigo rico e bem otário, quando os dois ficavam juntos a personalidade da pessoa mudava completamente, era claro que a pessoa* queria ser igual a ele e então fazia as mesmas idiotices achando que estava tudo legal, mas migas, não estava não.

Um belo dia a pessoa disse "Vamos ali na pracinha encontrar o fulano" como não tinha nada melhor pra fazer, disse ''vamos'' - Chegando lá, eles beberam, riram, conversaram bastante coisas inúteis e bem fúteis. O outro casal que estava conosco foi embora então ficamos só nós, ali, naquela praça. Eis que então o amigo tira do bolso um pino de cocaína e oferece para a pessoa e o que a pessoa faz? LOGICAMENTE, ELE ACEITA. 

Como eu vi tudo comecei a chorar desesperada, pena que minhas lágrimas de nada valeram.

Fomos embora. Para fazer graça e no auge da loucura, começou a andar a 180 por hora. Eu chorei e gritei novamente. Ele parou o carro. E eu, só queria ir embora.

Chegando na casa dele, fomos para o quarto ele tentou me acalmar mais porra, já era tarde demais, Fomos deitar ele começou a me encher o saco e somente dizia NÃO, que estava cansada e que não queria nada... ele simplesmente me ignorou e disse que por causa da cocaína que havia cheirado só iria passar se fizesse.

E assim o vez.

Nenhum reação foi esboçada, apenas as lágrimas corriam e a dor era sentida. Todas ás vezes que pedi pra parar e tentei sair foram em vão.

Logo eu, quem diria.

Somente depois que tive contato com outras pessoas descobri o que tinha acontecido comigo e que nada daquilo é culpa minha, hoje é mais fácil de lidar com isso. Mas as vezes a tristeza e a raiva sempre acabam batendo na porta.

✖   

Algumas considerações: 
✖ O texto foi enviado por uma leitora, e ela me deixou compartilhar;
A "Pessoa" no texto, é o ex;
Na foto, sou eu sim;
O relato é triste sim e a leitora foi muito corajosa em me escrever e me deixar compartilhar.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita e pelo comentário!
Eu sempre respondo todos os comentários, então volte sempre!
* Clique em notifique-me pois quando eu responder uma notificação irá para o seu e-mal.