Happy Bey day

4.9.14
Para não deixar o aniversário da diva maior passar em branco, não vou criar playlist ou algo do tipo. Mas vou deixar dois artigos do blog Think Olga sobre a Beyonce, espero que gostem e leiam todos.

Mais tarde, durante o show, ouvia Beyoncé falar sobre segurança, beleza, garra e suas vitórias em um mercado ainda tão predominantemente masculino. Vi Beyoncé dançar por 2h30 em cima de um salto (!), confortável em seu corpo, confiante em seu talento, sem vergonhas ou inibições, ao som da banda só de meninas formada por ninguém menos do que ela mesma. “Como alguém assim NÃO seria feminista?”, eu me pergunto [...] Veja o texto completo aqui.

Toda essa discussão sobre o feminismo ou não feminismo da Beyoncé (que precede a apresentação no VMA do último domingo, mas se intensificou depois) me deixa com muita preguiça — ideologia não se fiscaliza, não tem manual de regras rígidas. Tentar impor o que o feminismo deveria ou não deveria ser já contradiz a minha própria ideia de feminismo [...] Veja o texto completo aqui.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita e pelo comentário!
Eu sempre respondo todos os comentários, então volte sempre!
* Clique em notifique-me pois quando eu responder uma notificação irá para o seu e-mal.