As coisas que as mulheres dizem

17.7.14
Ontem a noite antes de dormir li um texto muito bom aonde a autora falava sobre essa ''competição'' que existe entre nós mulheres e especificamente o primeiro parágrafo ficou martelando em minha cabeça a noite toda  No primeiro parágrafo, ela fala o seguinte: 

"Olhando em algumas fotos e cartas antigas, dos meus 12 e 13 anos notei algo bem interessante: eu me vestia como menino, andava só com meninos e tinha a linha de pensamento de que os homens eram menos fofoqueiros do que as mulheres, eram mais leais, menos traíras, mais inteligentes... e que, justamente por isso, se eu andasse com eles e me assemelhasse a um eu teria respeito e não seria “igual às outras meninas”. Que nessa lógica claramente machista, são seres inferiores aos homens.

Logo depois que li isso [e o texto todo] lembrei de várias coisas que eu falava quando tinha essa mesma idade, inclusive esse discurso machista de homens serem menos fofoqueiros e mais leais também faziam parte do meu pequeno vocabulário. E hoje de manhã quando acordei, comecei a lembrar de mais coisas que falava e acabei caindo na gargalhada e pensando: ''Como eu pude dizer tudo isso?'."

Quando mais nova, eu até queria ser um menino porque achavam eles mais legais que as mulheres e mesmo com ''pouca idade" Tinham mais liberdade do que nós, meninas simplesmente por serem meninos - como eu era boba.

Por muito tempo destilei comentários que hoje tenho vergonha de lembrar e sempre quando vejo alguma mulher fazendo algum tipo de comentário sobre as próprias mulheres eu fico indignada. Demorei muito tempo para perceber que nós mulheres somos vitimas desse machismo horrível e por isso repetimos as coisas ditas pelos homens.

Mas coisas machistas como essa, principalmente a frase que escrevi acima, eu falava muito. Deixei de pensar de um jeito machista recentemente, acho que faz mais ou menos um ano com a ajuda do Guilherme que estava ao meu lado para mostrar o quanto eu estava sendo extremamente ignorante e muito machista. Ler aquele texto abriu ainda mais os meus olhos e me fez perceber que várias mulheres precisam mudar o seu pensamente em relação a nós mesmas.

Dizer: "Vai lá com a sua amiguinha", "Quem é aquela biscate", "Ela está me provocando", "Quem ela pensa que é" ou "Não quero ela perto de mim" me faz pensar e reforçar a ideia de cada vez as mulheres estão mais desunidas e sempre arrumando um motivo besta para criticar umas as outras. Isso é triste. 

Sororidade, é isso que nós mulheres precisamos. <3

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita e pelo comentário!
Eu sempre respondo todos os comentários, então volte sempre!
* Clique em notifique-me pois quando eu responder uma notificação irá para o seu e-mal.