5 grafiteiros brasileiros que você precisa conhecer

3.7.14

Se não fosse os graffitis nos muros onde as blogueiras iriam fotografar os seus ''looks do dia''? - Brincadeiras idiotas a parte, essa era uma postagem que queria fazer a algum tempo mas sempre acabava adiando, mas como agora vou tentar trazer assuntos que envolvam mais a cultura hip hop [com a qual já sou muito envolvida] resolvi começar com a arte de rua, o famoso graffiti.

Ligado diretamente ao movimento hip hop o graffiti é uma forma de manifestação, o graffiti nada mais é do que a realidade das ruas desenhadas no muro. O graffiti foi introduzido no Brasil na década 70 em SP e, como os brasileiros não se contentaram com o estilo norte-americano, eles começaram a dar um toque mais brasileiro a sua arte e não é a toa que está entre os melhores do mundo.

E pensando nisso, escolhi cinco grafiteiros para vocês conhecerem e caso já conheçam, parabéns.
01. Impossível falar de graffiti sem lembrar dos irmãos Otávio e Gustavo. Os gêmeos nasceram em São Paulo no ano de 1974 no bairro de Cambuci. "Os irmãos procuram unir os elementos urbanos, que o grafite representa por si só, com folclore e histórias populares". Instagram - Facebook - Site

02. Conheci o trabalho do Fernando Garu atrás do graffiti feito no Ponto de Cultura Acesso Hip Hop [foto inicial] no dia do graffiti [vou deixar o link do vídeo no final da postagem para vocês]. Garu é grafiteiro há 11 anos e costuma produzir murais a longa escala. Instagram - Facebook

03. Fabio Oliveira, mais conhecido como Cranio, nasceu em 1982. O artista cresceu na zona norte de São Paulo e considera que o meio foi sua maior influência. Os índios nasceram após a tentativa de encontrar um personagem com a cara do Brasil, e ele não poderia ter escolhido melhor! Pois instigam o observador a pensar sobre questões contemporâneas como consumismo, identidade e meio ambiente. Via: Site Oficial. Instagram - Facebook

04. Cria do interior de São Paulo, Luis Seven Martins [L7m] nasceu em 1988, e desde muito cedo iniciou sua relação com a arte. Aos 13 seu primeiro contato com o spray, que aguçou ainda mais seu interesse pela arte e suas variadas técnicas, levando-o a novas experiências e mesclas com nanquim, látex, pastel e acrílica.
É quase impossível você andar pelas ruas de Bauru e não identificar os seus desenhos. Facebook - Instagram

05. Eduardo Kobra é um expoente da neovanguarda paulista. Seu talento emerge por volta de 1987, na periferia de São Paulo, e logo se espalha pela cidade. Seguindo os desdobramentos que a arte urbana ganhou em São Paulo. Nesse caminho, ele desenvolve o projeto "Muros da memória" que busca transformar a paisagem urbana através da arte e resgatar a memória da cidade. Via Site Oficial. Instagram - Facebook



Vocês já conheciam algum desses grafiteiros? Conte para mim. Beijos.

2 comentários:

  1. Se eu puder ajudar a complementar essa lista, adoraria incluir Alexandre Keto. Não preciso e nem consigo dizer muito, o trabalho fala por si só. Googla aí!

    bêjo.

    gabius.tumblr.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que pode incluir Gabi! Já vou agora pesquisar sobre ele porque eu não conhecia. Obrigada pela indicação.

      beijo.

      Excluir

Obrigada pela visita e pelo comentário!
Eu sempre respondo todos os comentários, então volte sempre!
* Clique em notifique-me pois quando eu responder uma notificação irá para o seu e-mal.